Descubra Litoral de Santa Catarina

O Litoral de Santa Catarina é a prova de que nem todas as praias mais bonitas do país estão na região nordeste. Um roteiro pela região, por cidades como Florianópolis, Governador Celso Ramos e Balneário de Camboriú, guarda praias impressionantes, passagem por um dos principais parques temáticos brasileiros (o Beto Carrero World), boa gastronomia e muita cultura.  
 
Normalmente, o ponto de partida é a própria capital do Estado, Florianópolis, com mais de cem praias à disposição dos turistas e infraestrutura de uma grande cidade - não por acaso, tem o apelido de Ilha da Magia e um dos melhores índices de qualidade de vida no Brasil. Seus atrativos agradam para diferentes perfis de viajantes.  
 
Os surfistas ficam empolgados com as ondas das praias Morro das Pedras, Armação (canto norte), Joaquina ou a Brava, por exemplo. Já os grupos de amigos que curtem agito, se divertem nas festas e beach clubes de Jurerê Internacional, na praia de Jurerê, a 25 quilômetros do centro. E aqueles que procuram momentos de tranquilidade e imersão com a natureza se encantam com o cenário tranquilo do trekking em meio a área de Mata Atlântica que leva a praia Lagoinha do Leste.  
 
Também tem agito na Praia Mole, mas ali a vibe é mais despretensiosa e há uma área muito popular, com várias barracadas, voltada para o público GLS. Para a prática de windsurfe e kitesurfe são a Mole e Capeche que se destacam, assim como Lagoa da Conceição. Já as famílias com crianças costumam optar pelas praias de Daniela e a Canasvieiras, tranquilas e com mar calmo.  
  
Há ainda uma vertente histórica a ser explorada na capital, em atrações como Catedral Metropolitana, de 1753, e a Praça XV de Novembro, que abriga a famosa figueira centenária. O Museu Histórico de Santa Catarina que funciona no Palácio Cruz e Souza, do século 18, conta detalhes sobre o passado do destino. E, na hora das compras, vale passar pela Casa da Alfândega, que oferece diversas opções de artesanato.  
 
Depois, a viagem seguem em direção ao norte do Estado até o município Governador Celso Ramos, a cerca de 50 quilômetros de Florianópolis. Ocupando uma bela península, tem mais de quarenta belas praias que atraem. Não é tão badalada quanto as vizinhas, mas isso para muitos é um motivo extra para comemorar e decidir explorar suas praias com mar de tom verde esmeralda.  
 
Um dos trechos mais famosos da costa é a Praia de Palmas, com boa infraestrutura de lazer, bons pontos para banho e surfe. As praias da Figueira e Bananeiras costumam ser mais tranquilas e procuradas por famílias com crianças que fazem questão de águas calmas. Já a Praia do Tinguá também tem mar relativamente sossegado e é cercada por mata nativa, porém não tem barracas ou outras comodidades - o acesso é feito por uma trilha ou passeio de barco. Outro ponto bem famoso do destino é a Baía dos Golfinhos, por conta da presença dos mamíferos que garantiram seu nome.  
 
A história, por aqui, também é atração turística já que muitas áreas parecem ter parado no tempo. É o caso da Fortaleza de Santa Cruz, na Ilha de Anhatomirim, construída entre 1739 e 1744 e ainda bem preservada. E também da charmosa Igreja Nossa Senhora da Piedade, no bairro de Armação da Piedade (onde nasceu a vila de pescadores que deu início a ocupação formal da região), também do século 18.  
 
De Governador Celso Ramos, mais  uma hora de viagem leva a pequena e charmosa Bombinhas, que tem cerca de 16 mil habitantes. O município vive, basicamente do turismo gerado pelas suas 39 praias e cenários do Parque Municipal da Galheta, o Parque Municipal do Morro do Macaco e a Área de Relevante Interesse Ecológico da Costeira de Zimbros que rendem ótimas caminhadas em meio a mata.  
 
Como os nomes podem sugerir, as praias de Bombas e Bombinhas ficam entre as mais populares, cercadas por casas de veraneio, restaurantes e hotéis. A primeira, no entanto, também é uma área de pesca artesanal: principalmente na temporada da tainha, entre maio e julho, é uma atração à parte ver locais usando as pequenas canoas para trabalhar.

Em Bombinhas as águas são bem tranquilas, atraindo famílias com crianças. Além disso, concentra diversas escolas de mergulho autônomo - dali, saem barcos com destino a ilha de arvoredo, que oferece pontos com ótima visibilidade para a prática da atividade.  
Para os surfistas, algumas das opções são o canto esquerdo da Praia Mariscal, com ondas de médio porte, ou a Praia de Quatro Ilhas que tem mar ainda mais agitado. Por outro lado, quem prefere uma experiência mais contemplativa e ama observar o entardecer sobre o mar costuma reservar seu cantinho nas areias das praias de Morrinhos e Canto Grande Mar de Dentro. Ambas têm forte concentração de barcos pesqueiros que garantem um charme extra ao cenário. 
 
Pertinho de Bombinhas está Itapema, a apenas meia hora de viagem. O Mirante do Encanto é uma boa introdução ao destino. Ele tem 26 metros de altura (divididos em quatro níveis), sua base está 130 metros acima do nível do mar e oferece uma vista bem bonita de Itapema e do Oceano Atlântico em seu terceiro andar. Dentre os principais cartões-postais da cidade, outro destaque é a Ponte do Suspiro, cenário de muitas fotografias por conta da estrutura inusitada, com muito arcos nas laterais. Ligando dois trechos de praia, chama atenção pelos arcos que compõem suas laterais.  
 
Contudo, como sempre são as praias que atraem turistas e olhares de admiração. Com 5 quilômetros de extensão, Meia Praia está entre as maiores e mais famosas. Sua excelente infraestrutura turística conta com variado comércio, bares, restaurantes, hotéis e pousadas - mesmo quando o sol vai embora, o movimento continua, pois, a área concentra também a vida noturna local. Por outro lado, dizem que os pontos mais bonitos do litoral de Itapema são o Costão, por conta dos rochedos que compõem o cenário, e a Praia Grossa com natureza intocada e mar de cor intensa (mais indicadas para quem tem espirito de aventura, pois o acesso é feito por trilhas e ela é propícia para surfe). Já a área conhecida como Canto da Praia é o lugar para horas de sossego e ponto de partida para passeios de barco. 
 
Outro destino bem interessante do litoral norte de Santa Catarina é o Balneário Camboriú, a 80 quilômetros de Florianópolis. Para bater perna, comer bem e curtir o lado agitado do destino, a dica é caminhar pelo calçadão da Praia Central que tem quase sete quilômetros de extensão. É ali que tudo acontece, com muita gente passeando, praticando esportes dia e noite, vendo shows na areia, comendo e bebendo nos quiosques ou simplesmente se bronzeando. 
 
Contudo, se a pegada é algo mais selvagem, vale a pena trilhar a charmosa passarela que sai do extremo norte da Praia Central e leva até a minúscula Praia do Canto. Deserta, ela tem apenas 50 metros de extensão. Já a escondida Praia do Pinho é uma das pioneiras no naturismo em toda a América do Sul. Ali, só se pode frequentar sem roupas. Balneário Camboriú tem, ainda, a Praia dos Amores, já na divisa com o município de Itajaí, e a espetacular Praia do Buraco, uma enseada quase deserta, de onde se pode apreciar toda a beleza da orla do centro.  
  
Também é interessante reservar um tempo para admirar os focos coloridos do Cristo-Luz, uma estátua de 33 metros de altura, no alto de uma das maiores montanhas da cidade. Ela emite um facho de luz para a cidade e pode ser visitada, inclusive à noite, quando é mais bela, com direito a restaurante panorâmico e tudo. 
 
Além disso, o balneário conta com o Parque Unipraias como grande atrativo. Trata-se de uma reserva de mata nativa no alto de uma montanha, aonde você chega por meio de um teleférico. E, de lá, pode voltar ou descer para Laranjeiras - praia de águas calmas, ótimas para a criançada, e boa infraestrutura de bares e restaurantes. No meio do caminho, bem no topo, fica a Estação Mata Atlântica, com alguns programas imperdíveis. Há quiosques, loja de suvenires e Parque Ambiental, que soma mais de 500 metros de passarelas em meio à mata. Mas as crianças amam mesmo o trenó Youhooo! (faz um  percurso de 710 metros e pode alcançar até 60 km/h) e a tirolesa. 
 
Para fechar o roteiro, mais 30 minutos de estrada desde o Balneário levam ao Beto Carrero World, na cidade de Penha, um dos parques mais famosos do País. O complexo compreende zoológico, montanhas-russas, brinquedos para crianças e shows (como o dos personagens do filme Madagascar). São mais de cem atrações e elas estão espalhados em áreas temáticas, como Velho Oeste, Aventura Radical, Terra da Fantasia e Mundo Animal, por exemplo.  
 

 

Galeria de Imagens

Melhor época para viajar

Para curtir as praias de Florianópolis, Governador Celso Ramos, Balneário de Camboriú e outras cidades do litoral de Santa Catarina, o verão é a data preferida dos turistas - principalmente entre os meses de dezembro e fevereiro. A temperatura média na região ultrapassa os 25ºC e mesmo que aconteçam pancadas de chuvas, elas costumam passar rapidamente. Meses de transição entre as estações, como março e novembro, também são uma boa alternativa pois o clima está ameno, as águas das praias agradáveis e os preços mais baixos que na alta temporada.  

Como chegar

O Aeroporto Internacional de Florianópolis, o Hercílio Luz, é o ponto de desembarque de muitos turistas (principalmente aqueles que querem curtir as praias da capital antes de seguir viagem). Ele está a 58 quilômetros de Governador Celso Ramos, a 75 quilômetros de Itapema, a 81 quilômetros de Bombinhas e a 91 de Balneário de Camboriú. Contudo, quem quiser pular a passagem pela capital pode chegar pelo Aeroporto Internacional de Navegantes, que está a apenas 30 quilômetros do Balneário de Camboriú e a 12 quilômetros do Beto Carrero World.  

Onde ficar

Ao optar pelo centro, é fácil se locomover por Florianópolis pois há fácil acesso para diversas atrações e o turista está próximo a bares, restaurantes e lojas. Quem gosta de burburinho e quer curtir a vida noturna local tem como alternativa a região da Lagoa da Conceição que, de quebra, está perto da praia do Mole. Além da praia de Jurerê, a 27 quilômetros do centro, que tem bons hotéis e pousadas, numa área relativamente tranquila mesmo estando próxima a badalada Jurerê internacional. Governador Celso Ramos não tem tantas opções de hospedagem quanto a capital, mas abriga resorts sofisticados, além de algumas hotéis e pousadas com bom custo-benefício na área da praia de Palmas. E, em Bombinhas, os principais hotéis estão concentrados ao longo das praias Bombinhas e Bombas. Já em Itapema, um dos lugares preferidos para se hospedar é a região da Meia Praia, com variadas opções de hotéis e pousadas, além de comércio, bares e restaurantes. E, no Balneário de Camboriú, boas pedidas são pousadinhas de Estaleiro, Estaleirinho, Taquaras e Taquarinhas. Elas são ligadas pela Avenida Interpraias e estão ao sul, separadas do cenário urbano por um maciço montanhoso repleto de verde. Já a Praia do Buraco é uma alternativa para quem quer o conforto de um grande resort.   

Dica do especialista

Vizinha de Bombinhas e Itapema, Porto Belo rende pelo menos um dia interessante durante a viagem. Suas praias têm águas calmas, próprias para banhos e mergulhos, mas o destaque fica por conta da ilha homônima.  O local tem infraestrutura com quiosques, empresas que oferecem equipamento e saídas de mergulho ou snorkel, aluguel de caiaques e passeios. Também é uma possibilidade curtir trilhas ecológicas, com vistas panorâmicas da costa.   

Saiba como chegar
 
Cadastre-se em nossa Newsletter
OK
Cancelamento Gratis

Cancelamento Grátis

Consulte condições

Atendimento Whatsapp

Fale Agora

WhatsApp

(21) 99971-2120

Seg-Sex 9h às 18h

Consultoras Online

ou se preferir

Consultoras Online

Voltar ao Topo
Fechar