Descubra Disney World

A cerca de meia hora de Orlando, o Walt Disney World é um destino autossuficiente, não só com parques temáticos, mas ótimos restaurantes, opções de entretenimento noturno, lojas e mais de 25 hotéis.  No total, ele tem, mais ou menos, o tamanho de San Francisco e é reconhecidamente um lugar para se divertir. E sempre há algo novo para ver, já que ele passa por mudanças constantes e recebe novas atrações para acompanhar os lançamentos cinematográficos da empresa.

Os parques temáticos, obviamente, são os protagonistas do complexo. O primeiro deles é o Magic Kingdom, inaugurado em 1971.  É ali que está o icônico Castelo da Cinderela, pano de fundo para shows de fogos de artifício e desfiles com personagens que passam pela Main Street. Das suas seis áreas, a Fantasyland é a que mais remete aos contos de fadas e histórias clássicas. Ela tem, por exemplo, o Prince Charming Regal Carrousel, um carrossel inspirado no príncipe encantado, e a atração Seven Dwarfs Mine Train, que remete ao trem dos sete anões da história da Branca de Neve. Já a zona chamada Tomorrowland é mais dinâmica, com a montanha-russa indoor Space Mountain sobre o espaço e brinquedos temáticos de animações como Toy Story e Monstros S.A.

O segundo parque do complexo é o Epcot, dividido em duas áreas: Future World e World Showcase. Como o nome sugere, a primeira é mais futurista e celebra a tecnologia, novas ideias e a exploração da Terra. Uma de suas grandes atrações é Mission: SPACE que os visitantes se sentem como verdadeiros astronautas em uma jornada para Marte. A outra festeja a cultura de várias nações, como Itália, Japão e Noruega. Cada uma tem seu espaço, com prédios, lojas e apresentações características de seu país.  Até mesmo os restaurantes acompanham a proposta, ou seja, há opções de vários cantos do mundo. Gastronomia, aliás, é um ponto importante da viagem.

O turista que associa uma viagem a Disney a alimentação baseada em hambúrguer e outros tipos de lanche se surpreende com a variedade de restaurantes disponíveis nos parques e hotéis. Sem dúvidas, há fast food, contudo o complexo compreende mais de 300 estabelecimentos com perfis bem distintos: de quiosques de sorvete ao sofisticado – e celebrado! - Victoria & Albert's, restaurante do Disney's Grand Floridian Resort & Spa.  
 
Voltando a falar de parques, o Disney’s Hollywood Studios foca experiências que, de alguma forma, celebram o cinema, a arte e a música. Um dos hits é a Rock ‘n’ Roller Coaster Starring Aerosmith, monta-russa indoor que leva os visitantes para um circuito em alta velocidade ao som de clássicos da banda. Outra parada bastante popular é The Twilight Zone Tower of Terror, que se apresenta como um hotel abandonado de Hollywood com histórias mal-assombradas que terminam em uma espécie de elevador que despenca mais rápido do que se estivesse em queda livre.
  
Há ainda diversos espetáculos interessantes, como o show de fogos de artifício, laser e água Fantasmic!;  o musical da Bela e a Fera (Beauty and the Beast—Live on Stage), e a apresentação das irmãs Anna, Elsa e outros personagens do filme Frozen (For the First Time in Forever: A “Frozen” Sing-Along Celebration). Além disso, é no o Disney’s Hollywood Studios que foi inaugurada uma área dedicada a saga Star Wars com a presença de personagens como Kylo Ren, Darth Vader, Leia, Han Solo e Luke. Há escola de treinamento jedi, projeção de filme que conta a vida de Darth Vader e outras experiências temáticas.
   
Por outro lado,  o parque Animal Kingdom é uma homenagem a natureza e ao ciclo da vida – sim, aquele que foi tema da música de abertura do filme Rei Leão. Prova disso é seu símbolo, a Tree of Life, árvore da vida, com diversos animais esculpidos em seu tronco. São quatro áreas principais: Africa, Asia, DinoLand U.S.A. e Discovery Island.

Ele tem atrações divertidas como o Kali River Rapids, passeio de bote pelas correntezas de um rio agitado e a Expedition Everest, montanha russa que simula uma aventura pela cordilheira do Himalaia (ambas na área Asia), mas vai além disso ao proporcionar experiência ao ar livre. O Kilimanjaro Safaris, na parte África, leva os visitantes a um passeio pela savana africana com direito a observar animais como leões e elefantes.
   
No verão, ainda vale a pena reservar pelo menos um dia para aproveitar os parques aquáticos do Walt Disney World: o Typhoon Lagoon e o Disney’s Blizzard Beach. No primeiro, os destaques são a lagoa com ondas ideais para surfe (com escolinha para quem está começando no esporte) e área para prática de snorkel em meio a peixes coloridos, arraias e tubarões.
  
O  Disney’s Blizzard Beach tem visual inspirado em uma estação de esqui que não suportou o calor da Flórida e derreteu, transformando-se em uma praia e, consequentemente, no parque. Os corajosos não devem deixar de ir ao Summit Plummet, tobogã em queda livre que está entre os mais altos do mundo. Além disso, ambos contam com toboáguas, piscinas para relaxar sobre boias e áreas com brinquedos aquáticos voltadas aos pequenos.
 
O selo Disney se estende até na hora de se divertir fora dos parques. Finalizada em 2016,  é uma expansão e renovação da antiga  área chamada Downtown Disney que funciona como centro urbano do complexo. Ali estão lojas de diversos segmentos – joias, lego, bonecos colecionáveis e roupas são alguns deles -  restaurantes, bares e teatros. O Cirque du Soleil tem espetáculo exclusivo para o local, o La Nouba, com mais de 60 pessoas no elenco. O acesso é liberado tanto para quem se hospeda no Walt Disney World quanto visitantes, então, hora ou outra, vale a pena passear por ali. 

Galeria de Imagens

Melhor época para viajar

Com dias ensolarados praticamente o ano todo, Orlando registra temperatura média de 22oC. Contudo, na temporada mais quente, de junho a setembro, as máximas costumam ficar acima dos 30oC – essa época é também a alta temporada do destino. Entre outubro e dezembro, há poucas chances de chuvas. Durante época de feriados como Natal ou Halloween, o complexo tem programação especial com desfiles, decoração e shows temáticos.   

Como chegar

A principal porta de entrada para quem vai ao Walt Disney World é o Orlando International Airport, a 30 quilômetros de distância. Quem se hospeda nos hotéis dentro do complexo tem direito ao Disney's Magical Express, transporte gratuito entre o local e o aeroporto tanto na chegada quanto na partida. 

Onde ficar

O complexo Walt Disney World compreende mais 25 hotéis, dos econômicos as opções de luxo, para atender diversos perfis de viajante. Em comum, todas elas, de alguma forma, celebram os personagens e as histórias da empresa. Para ir de um parque a outro ponto do complexo, hóspedes podem se locomover gratuitamente com o monorail (trenzinho suspenso), o ferryboat e ônibus Disney – a escolha de cada um depende do horário, ponto de partida e destino desejado.  Já quem prefere se hospedar fora do mundo Disney, mas ainda estar próximo, pode optar por algum dos diversos hotéis das vias nos arredores do local. Em especial a International Drive, ondem não faltam boas alternativas de hotéis. 

Dica do especialista

O serviço Fastpass+ permite que o viajante agende horário e dia de sua visita a determinadas atrações populares – como o Mission: SPACE– e shows do Walt Disney World. Aqueles que compraram o ingresso do parque, mas se hospedam fora do complexo, podem utilizá-lo 30 dias antes da viagem. Agora os viajantes que reservaram seus quartos nos hotéis Disney podem começar a reservar seus horários 60 dias antes. Antecipadamente pelo site e app do complexo, é permitido  fazer três reservas por dia em cada parque. Depois de utilizá-las, é possível fazer mais uma para o mesmo dia nos quiosques de autoatendimento dos próprios parques. Sem custo adicional ao valor da entrada, é um ótimo serviço para reduzir o tempo nas filas.     
    

Saiba como chegar
 
Cadastre-se em nossa Newsletter
OK
Cancelamento Gratis

Cancelamento Grátis

Consulte condições

Atendimento Whatsapp

Fale Agora

WhatsApp

(21) 99971-2120

Seg-Sex 9h às 18h

Voltar ao Topo
Fechar