Descubra Aracaju

Aracaju é uma cidade cheia de cor, cultura, boa mesa e cenários naturais de encher os olhos. Ela foi fundada em 1855 e é a primeira capital planejada do Brasil e a mais jovem também. Tudo parece se complementar na cidade que é bastante organizada, tem vias limpas, povo simpático e tempo firme na maior parte do ano - a temperatura média anual é de 26°C. E, como bom destino do litoral nordestino, suas praias têm grande relevância turística e estão entre as principais atrações locais.
 
Dentre as mais movimentadas, a Praia do Atalaia tem seis quilômetros de extensão e está a menos de 10 quilômetros da cidade. Ela se destaca, principalmente, pela infraestrutura da orla que compreende barracas, lojas de artesanato, bares, playground, além de ciclovia que segue a faixa litorânea. Também é por ali que está a famosa Passarela do Caranguejo, reduto gastronômico - disputado por turistas e locais -  com ótimo restaurantes para provar não só o petisco que dá nome a área, mas também porções de peixes e outros frutos do mar.
 
Outra atração interessante que está na área é o Oceanário de Aracaju, administrado pela Fundação Pró-Tamar, através da coordenação regional do Projeto Tamar em Sergipe. Ele  reúne cerca de 70 espécies diferentes, todas nativas de Sergipe expostas em 18 aquários (cinco de água doce e 13 de água salgada). O maior deles é o oceânico, com 150 mil litros, com arraias, tubarões e moréias.
  
Um pouco mais adiante fica a Praia dos Artistas, ou Havaizinho, que tem mar agitado, boas ondas e, por isso, tornou-se point entre os surfistas. Já a Praia do Robalo também é bastante agradável, com mar mais tranquilo para banhistas, extensa faixa de areia, algumas barracas e muitas casas de veraneio espalhadas pela região. Apesar de movimentada aos finais de semana, tem alguns pontos mais sossegados para quem quer relaxar em frente ao mar.

A cidade também é banhada por dois rios: o Sergipe, ao norte, e o Vaza-Barris, ao sul. É perto desse segundo que está o trecho conhecido como Orla Pôr do Sol, um dos cartões postais mais bonitos da capital, que é obviamente um bom lugar para observar o entardecer. O local também é ponto de partida para passeios à bordo de barcos ou catamarãs, como o que leva a Croa do Goré, pequena ilha de areia branca que fica acima do nível da água apenas algumas horas por dia - quando a maré sobe, ela fica submersa -  e tem praias agradáveis como a do Mosqueiro.
  
Por outro lado, não é só a natureza que entretém os visitantes da região, afinal há ótimas atrações culturais em Aracaju. Localizada no Parque Teófilo Dantas, centro da cidade, a Catedral de Aracaju é uma das construções mais significativas: do final do século 19, ela tem estilo eclético, com elemento neogóticos e neoclássicos. Já o Museu da Gente Sergipana - instalado em um prédio de 1926 restaurado - é um bom local para aprender sobre a história do estado, seus moradores, culinária e datas comemorativas por meio de recursos audiovisuais e tecnológicos.
 
Com mais tempo, vale estender a viagem até a Praia do Saco, a cerca de uma hora Aracaju, na cidade de Estância (também conhecida como Cidade Jardins). Ela tem cerca de cinco quilômetros de extensão, mar mais tranquilo e esverdeado, dunas e belos coqueiros. O Cânion do Xingó, em Canindé de São Francisco, a três horas da capital, também é um bate-volta interessante. O passeio é feito a bordo de um barco ou catamarã que navega pelo Rio São Francisco, na divisa de Sergipe e Alagoas, até chegar ao cânion banhado por águas de verde intenso e ótimas para mergulho.

Galeria de Imagens

Melhor época para viajar

Nessa região, as temperaturas não variam muito ao longo dos meses e a média anual é de 26°C. Entre outubro e fevereiro, o tempo é mais firme, ou seja, as chances de chover são mais baixas que no restante do ano - contudo, elas não costumam ser duradouras e o sol logo volta a aparecer. Além disso, em junho, a cidade fica ainda mais animada por conta das festas juninas e eventos como o Forró Caju, com shows de música, áreas para dançar e grandes quadrilhas. 

Como chegar

O Aeroporto de Aracaju, a 20 minutos do centro da cidade, recebe voos de algumas das principais cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Campinas. Ele está a cerca de 10 quilômetros do Museu da Gente Sergipana e da Catedral de Aracaju, a 5 quilômetros da Orla do Atalaia e da Passarela do Caranguejo. 

Onde ficar

Ao se hospedar nos arredores da orla do Atalaia, o turista está perto da praia, do burburinho local - grande parte dos restaurantes e bares mais famosos da cidade - e de atrações como o Oceanário. Outra alternativa é optar pelo bairro Coroa do Meio, entre Atalaia e o centro, ainda com fácil acesso aos principais cartões-postais de Aracaju, mas algumas opções de hotéis e pousadas mais em conta. Contudo, se a ideia é conhecer mais a parte cultural da capital do que as praias, o centro histórico propriamente dito também é uma boa alternativa.  

Dica do especialista

Quem curte natureza deve aproveitar a proximidade com Pirambu, cidade a pouco mais de uma hora da capital, para conhecer seus cenários naturais e ambiente tranquilo. Ela nasceu como uma vila de pescadores e mantém ar relativamente pacato em suas belas praias e lagoa rodeada por dunas: ótimo destino para quem quer um dia de sossego. Ali, há ainda áreas de desova de tartarugas marinhas controladas pela base local do Projeto Tamar.

Saiba como chegar
 
Cadastre-se em nossa Newsletter
OK
Cancelamento Gratis

Cancelamento Grátis

Consulte condições

Atendimento Whatsapp

Fale Agora

WhatsApp

(21) 99971-2120

Seg-Sex 9h às 18h

Voltar ao Topo
Fechar