Descubra Aracaju

Aracaju é uma cidade cheia de cor, cultura, boa mesa e cenários naturais de encher os olhos. Ela foi fundada em 1855 e é a primeira capital planejada do Brasil e a mais jovem também. Tudo parece se complementar na cidade que é bastante organizada, tem vias limpas, povo simpático e tempo firme na maior parte do ano - a temperatura média anual é de 26°C. E, como bom destino do litoral nordestino, suas praias têm grande relevância turística e estão entre as principais atrações locais.
 
Dentre as mais movimentadas, a Praia do Atalaia tem seis quilômetros de extensão e está a menos de 10 quilômetros da cidade. Ela se destaca, principalmente, pela infraestrutura da orla que compreende barracas, lojas de artesanato, bares, playground, além de ciclovia que segue a faixa litorânea. Também é por ali que está a famosa Passarela do Caranguejo, reduto gastronômico - disputado por turistas e locais -  com ótimo restaurantes para provar não só o petisco que dá nome a área, mas também porções de peixes e outros frutos do mar.
 
Outra atração interessante que está na área é o Oceanário de Aracaju, administrado pela Fundação Pró-Tamar, através da coordenação regional do Projeto Tamar em Sergipe. Ele  reúne cerca de 70 espécies diferentes, todas nativas de Sergipe expostas em 18 aquários (cinco de água doce e 13 de água salgada). O maior deles é o oceânico, com 150 mil litros, com arraias, tubarões e moréias.
  
Um pouco mais adiante fica a Praia dos Artistas, ou Havaizinho, que tem mar agitado, boas ondas e, por isso, tornou-se point entre os surfistas. Já a Praia do Robalo também é bastante agradável, com mar mais tranquilo para banhistas, extensa faixa de areia, algumas barracas e muitas casas de veraneio espalhadas pela região. Apesar de movimentada aos finais de semana, tem alguns pontos mais sossegados para quem quer relaxar em frente ao mar.

A cidade também é banhada por dois rios: o Sergipe, ao norte, e o Vaza-Barris, ao sul. É perto desse segundo que está o trecho conhecido como Orla Pôr do Sol, um dos cartões postais mais bonitos da capital, que é obviamente um bom lugar para observar o entardecer. O local também é ponto de partida para passeios à bordo de barcos ou catamarãs, como o que leva a Croa do Goré, pequena ilha de areia branca que fica acima do nível da água apenas algumas horas por dia - quando a maré sobe, ela fica submersa -  e tem praias agradáveis como a do Mosqueiro.
  
Por outro lado, não é só a natureza que entretém os visitantes da região, afinal há ótimas atrações culturais em Aracaju. Localizada no Parque Teófilo Dantas, centro da cidade, a Catedral de Aracaju é uma das construções mais significativas: do final do século 19, ela tem estilo eclético, com elemento neogóticos e neoclássicos. Já o Museu da Gente Sergipana - instalado em um prédio de 1926 restaurado - é um bom local para aprender sobre a história do estado, seus moradores, culinária e datas comemorativas por meio de recursos audiovisuais e tecnológicos.
 
Com mais tempo, vale estender a viagem até a Praia do Saco, a cerca de uma hora Aracaju, na cidade de Estância (também conhecida como Cidade Jardins). Ela tem cerca de cinco quilômetros de extensão, mar mais tranquilo e esverdeado, dunas e belos coqueiros. O Cânion do Xingó, em Canindé de São Francisco, a três horas da capital, também é um bate-volta interessante. O passeio é feito a bordo de um barco ou catamarã que navega pelo Rio São Francisco, na divisa de Sergipe e Alagoas, até chegar ao cânion banhado por águas de verde intenso e ótimas para mergulho.

Galeria de Imagens

Melhor época para viajar

Nessa região, as temperaturas não variam muito ao longo dos meses e a média anual é de 26°C. Entre outubro e fevereiro, o tempo é mais firme, ou seja, as chances de chover são mais baixas que no restante do ano - contudo, elas não costumam ser duradouras e o sol logo volta a aparecer. Além disso, em junho, a cidade fica ainda mais animada por conta das festas juninas e eventos como o Forró Caju, com shows de música, áreas para dançar e grandes quadrilhas. 

Como chegar

O Aeroporto de Aracaju, a 20 minutos do centro da cidade, recebe voos de algumas das principais cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Campinas. Ele está a cerca de 10 quilômetros do Museu da Gente Sergipana e da Catedral de Aracaju, a 5 quilômetros da Orla do Atalaia e da Passarela do Caranguejo. 

Onde ficar

Ao se hospedar nos arredores da orla do Atalaia, o turista está perto da praia, do burburinho local - grande parte dos restaurantes e bares mais famosos da cidade - e de atrações como o Oceanário. Outra alternativa é optar pelo bairro Coroa do Meio, entre Atalaia e o centro, ainda com fácil acesso aos principais cartões-postais de Aracaju, mas algumas opções de hotéis e pousadas mais em conta. Contudo, se a ideia é conhecer mais a parte cultural da capital do que as praias, o centro histórico propriamente dito também é uma boa alternativa.  

Dica do especialista

Quem curte natureza deve aproveitar a proximidade com Pirambu, cidade a pouco mais de uma hora da capital, para conhecer seus cenários naturais e ambiente tranquilo. Ela nasceu como uma vila de pescadores e mantém ar relativamente pacato em suas belas praias e lagoa rodeada por dunas: ótimo destino para quem quer um dia de sossego. Ali, há ainda áreas de desova de tartarugas marinhas controladas pela base local do Projeto Tamar.

Saiba como chegar

Clique no mapa para visualizar

 
Cadastre-se em nossa Newsletter
OK
Cancelamento Gratis

Cancelamento Grátis

Consulte condições

Atendimento Whatsapp

Fale Agora

WhatsApp

(21) 99971-2120

Seg-Sex 9h às 18h

Voltar ao Topo
Fechar