Descubra Angra dos Reis

Angra dos Reis é uma das cidades mais antigas do Brasil, descoberta por um navegante português no começo do século 16. Com mais de 2 mil praias de águas esverdeadas, ela se firmou como um dos principais e mais badalados destinos do litoral sul do Rio de Janeiro, a 160 quilômetros da capital, no trecho do litoral brasileiro chamado Costa Verde. 

O destino é composto por 365 ilhas, "uma para cada dia do ano” como costumam dizer por aqui. Elas têm suas particularidades e, por conta disso, conseguem agradar diferentes perfis: desde quem viaja com crianças em busca de diversão e casais que querem curtir bons momentos a dois, até grupos de amigos e aqueles que curtem aventura. 

A maior delas é a Ilha Grande que, sozinha, possui mais de 100 praias, como a Baleia, Freguesia Sul e Norte. Aqui, a circulação de carros é proibida e a simplicidade impera. Um dos destaques da ilha é a Vila do Abraão, com pousadas, restaurantes e lojinhas.

Além disso, pelos arredores, oferece uma infinidade de programas ao ar livre para entreter os visitantes. Entre eles, a Cachoeira da Feiticeira, queda d’água de aproximadamente 15 metros de altura; e a Lagoa Azul, piscina natural com fundo arenoso, ótima para banho e prática de snorkel. Já quem gosta de caminhar pode percorrer trilhas para chegar às praias, como a de Lopes Mendes, uma das favoritas dos turistas. Ilha Grande é belíssima e atrai turistas de todo o mundo.
 
Contudo, Angra dos Reis tem mais a oferecer em suas outras ilhas, então vale a pena se programar para explorá-las. E não é necessariamente obrigatório ter ou alugar uma lancha para conhecer o melhor delas, o que já facilita bastante. Os passeios de escuna, por exemplo, partem do cais de Santa Luzia, no centro da cidade, e tem diferentes roteiros pela região.
 
As Ilhas Botinas, a 15 minutos do continente, são uma das paradas mais comuns. A fenda entre o par de ilhotas gêmeas tem águas cristalinas que oferecem ao turista uma ótima vista, com direito a diversos peixinhos - diz a lenda que elas formavam um único pedaço de terra até que um navio pirata partiu-as ao meio. Outro ponto de parada bem disputado é a Praia do Dentista, na Ilha da Gipóia que é a segunda maior de Angra. Durante a alta temporada, barcos, iates de luxo e lanchas ancoram por ali com turistas em busca de animação. É o ponto de encontro para quem quer badalar, enquanto curte um dia de sol. Ainda na mesma ilha, a Praia das Flechas tem águas calmas, boas para banhistas e praticantes de windsurfe.
  
Além disso, Angra dos Reis possui cerca de 50 pontos para mergulho com cilindro, para diversos níveis - a vida marinha é riquíssima e há também alguns navios naufragados, como o Pinguino e o Califórnia, para explorar. Também é possível praticar rafting nas corredeiras do Rio Mambucaba, que corta o Parque Nacional da Serra da Bocaina, fazer trilhas ou aproveitar as ondas de lugares como a Praia de Santo Antônio para surfar. 

Já na parte continental do destino, vale a pena fazer um passeio pelo centro histórico, que reúne construções coloniais, igrejas e calçamento de pedra. Na Praça Silvestre Travassos, a protagonista é a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, de 1750, que homenageia a padroeira da cidade.   
Também é importante conhecer o Convento de São Bernardino de Sena, no alto do Morro de Santo Antônio, que é um conjunto franciscano do século 18 com igreja, cemitério e ruínas do velho convento. Há ainda algumas boas praias, como a urbana e movimentada Anil e a Biscaia, com águas tranquilas, a 19 quilômetros da região central. 

Melhor época para viajar

Em Angra dos Reis e Ilha Grande, a época mais quente e movimentada é entre dezembro e março, quando os termômetros atingem 32ºC. Já o inverno não é muito rígido, com temperaturas mínimas de 18ºC entre junho e setembro e poucas chuvas.  

Como chegar

Angra dos Reis está localizada a 400 quilômetros de São Paulo e a 160 quilômetros do Rio de Janeiro. Já para chegar à Ilha Grande é necessário pegar algum dos barcos que partem da marina de Angra.

Onde ficar

Em Angra dos Reis, há boas opções de acomodação perto do centro histórico, bem perto de lojinhas e restaurantes. Contudo se a ideia é relaxar e ficar mais pertinho ainda do mar, melhor optar pelos hotéis, resorts e pousadas de praias.

Dica do especialista

Festas animadas e show de fogos diante do mar esverdeado fazem de Angra dos Reis um ótimo destino para curtir a virada do ano - não por acaso, a época do Réveillon é uma das mais disputadas na cidade. Além disso, todo 1º de janeiro, acontece a Procissão Marítima de Ano Novo. Mais de mil embarcações “fantasiadas” percorrem um trajeto de sete quilômetros: a concentração costuma começar no centro de Angra, segue até llha da Gipóia e termina na praia do Anil.  E, apesar de criada como rito religioso em 1978, se tornou uma das maiores tradições da região com foliões e muita música. 

 
Cadastre-se em nossa Newsletter
OK
Cancelamento Gratis

Cancelamento Grátis

Consulte condições

Atendimento Whatsapp

WhatsApp

(21) 99971-2120

Seg-Sex 9h às 18h

Voltar ao Topo
Fechar